Motoristas serão autuados por câmeras de videomonitoramento em rodovias


Foto: Divulgação

DER começará a multar a partir desta segunda-feira (3) infrações de trânsito cometidas desde dezembro de 2013 flagradas por esses equipamentos

BRASÍLIA (28/1/14) – As infrações cometidas por motoristas do DF flagradas pelas câmeras de videomonitoramento do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), desde dezembro de 2013, poderão gerar multas a partir desta segunda-feira (3). O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) regulamentou, por meio de uma resolução publicada em 18 de dezembro de 2013, a fiscalização de trânsito por intermédio desses equipamentos em estradas e rodovias.
A norma permite que a autoridade ou o agente de trânsito autue condutores e veículos que cometam infrações flagradas por sistemas de câmeras, desde que se especifique no campo "observação" do auto de infração, a forma de constatação do cometimento, nesse caso, por videomonitoramento. A regulamentação é fundamentada na necessidade de intensificar a fiscalização nas vias públicas para inibir a prática de condutas infratoras.

Segundo o engenheiro diretor de Tráfego do DER, Carlos Alberto Mundim Pena, a importância dessa regulamentação está na punição dos condutores infratores que realizam manobras arriscadas nas rodovias, colocando em perigo a própria vida e a de terceiros. "Quando a nova modalidade de autuação estiver popularizada se tornará uma medida preventiva e elevará a segurança aos usuários das rodovias distritais", informou Mundim.

O DER possui atualmente 10 câmeras de monitoramento nas principais rodovias distritais, e até 15 de fevereiro serão instaladas mais quatro câmeras, sendo duas na EPTG e duas na Estrutural. As câmeras possuem zoom óptico de 35 vezes, filmam as vias 24 horas por dia, sete dias por semana, armazenando dados dos últimos 30 dias automaticamente, ou por mais tempo, mediante o comando humano.

ACIDENTES - Esse sistema era utilizado apenas para monitorar flagras de acidentes de trânsito com o intuito de reduzir o tempo de resposta no atendimento, com o deslocamento de uma viatura mais rapidamente para o local. A partir de agora, será incluída em sua função a autuação a distância, conforme a resolução em questão, com o flagra "on-line", via câmeras de monitoramento, já que são operadas por agentes de trânsito.

De acordo com o Chefe do Núcleo de Operações de Trânsito do DER, Eber Vitor Felix da Silva, essa nova modalidade de fiscalização aumenta a eficiência na prevenção e na repressão de infrações. "Temos aumento na eficácia porque o monitoramento é 24 horas e cada agente de trânsito consegue visualizar, ao mesmo tempo, diferentes pontos de diferentes rodovias em uma única tela, já que é na forma de mosaico", ressalta Silva.

SINALIZAÇÃO – De acordo com a resolução, outro pré-requisito para a autuação a distância é a via estar devidamente sinalizada por placas, informando que é monitorada por câmeras. Até a próxima sexta-feira (31), o DER instalará 24 placas ao longo das rodovias distritais para se adequar à resolução e iniciar o procedimento de autuação.

Veja onde estão instaladas as câmeras de videomonitoramento:

1) Cruzamento da DF-003 (EPIA) com a DF-075 (EPNB);
2) Cruzamento da DF-003 (EPIA) com a DF-095 (Estrutural);
3) Cruzamento da DF-003 (EPIA) com a DF-085 (EPTG);
4) Cruzamento da DF-003 (EPIA) com a DF-051 (EPGU);
5) DF-003 (EPIA) – Balão do Torto;
6) Cruzamento da DF-085 (EPTG) com a DF-087;
7) Cruzamento da DF-047 com a DF-051 (EPGU);
8) DF-002 Norte (Eixão – altura 206/208 N);
9) DF-002 Sul (Eixão – altura 206/208 S);
10) DF-075 (EPNB) – altura do Balão Riacho Fundo

(K.I/T.V*)

Comentários