Espetáculo "Relicário de Concreto" - Grupo Pandora (SP), no Mapati









Mapati exibe, neste final de semana, sexta e sábado (21 e 22/2),
Relicário de concreto”, espetáculo do Grupo Pandora, de São Paulo
O Grupo Pandora de Teatro, com o apoio do Ministério da Cultura e da Fundação Nacional de Artes (Funarte), traz para Brasília “Relicário de concreto”, espetáculo teatral inspirado nas memórias dos trabalhadores da Fábrica de Cimento Portland Perus. A peça será exibida neste final de semana, nos dias 21 e 22 de fevereiro, às 21h, no Espaço Cultural Mapati, com entrada franca e classificação indicativa de 14 anos.

Inaugurada em 1926, a Portland Perus foi a primeira fábrica de cimento do Brasil a atingir uma produção em larga escala, além de ter sido a maior fornecedora de cimento para todo o país na primeira metade do século XX, contribuindo diretamente com a verticalização da cidade de São Paulo. Símbolo de movimentos de resistência, teve o maior período de greve operária já registrado, a “Greve dos Queixadas” (1962-1969), que se estendeu por sete anos. Esse acontecimento influenciou gerações e marcou a história do bairro de Perus, localizado na periferia da capital paulista.
No enredo, um jovem que procura emprego em uma fábrica de cimento vê-se enredado por uma atmosfera de sonho e memória, em que cenas de um passado não muito distante misturam-se às suas angustias e preocupações modernas. Passado e presente apresentam-se em uma única trajetória lírica, poética, em que a dualidade Queixada/Pelego é extrapolada em cenas e fragmentos de uma complexa rede de relações.
SERVIÇO
Espetáculo “Relicário de concreto”, do Grupo Pandora de Teatro
Data: 21 e 22 de fevereiro
Horário: 21h
Local: Espaço Cultural Mapati
Endereço: SHCGN 707, Bloco K, casa 5, Asa Norte
Informações: 3347-3920, 7819-5779 e 7813-4736
Entradas: franca (40 ingressos disponíveis)
Classificação indicativa: 14 anos

CONTATO COM A IMPRENSA
Célia Curto – (61) 9298-4309 e 9338-7899 (curtocelia@gmail.com) MTB 23.149

Comentários