Produção de petróleo brasileira é classificada como “excepcional” pela AIE



A Agência Internacional de Energia (AIE) classificou como “excepcional” o aumento da produção de petróleo no Brasil no segundo trimestre deste ano, em relatório mensal divulgado nesta semana, informa a Petrobras. Segundo o relatório da AIE, que está presente em 29 países, a produção de petróleo no país atingiu a casa de 2,3 milhões de barris por dia (bpd) em junho. “Isso coroa um excelente trimestre para o setor”, com alta de 180 mil bpd no segundo trimestre de 2014 na comparação do ano passado, informa o relatório.
Segundo a agência, além da entrada em operação da P-62, no campo de Roncador, em maio, a conexão de um novo poço do pré-sal à plataforma P-48, no campo de Caratinga, o fim das operações de manutenção da P-51, em Marlim Sul, e um TLD (Teste de Longa Duração), em Iara Oeste, também contribuíram para o aumento da produção de maio e junho. Os campos de Roncador, Caratinga e Marlim Sul ficam na Bacia de Campos e Iara Oeste está localizado na Bacia de Santos. Todos são operados pela Petrobras.

Aumento da eficiência
De acordo com a Petrobras, o relatório destaca também a importância do Programa de Aumento da Eficiência Operacional da Bacia de Campos (Proef), uma iniciativa sistemática para manutenção da confiabilidade, integridade e segurança dos sistemas de produção, está rendendo resultados. A eficiência operacional das unidades de produção da companhia atingiu média acima de 91% em junho, o maior nível dos últimos anos.

O relatório da Agência Internacional de Energia prevê que, com a entrada em operação da P-61, no campo de Papa Terra, na Bacia de Campos e com os FPSOs Cidade de Ilhabela (que vai operar em Sapinhoá, na Bacia de Santos) e Cidade de Mangaratiba (que vai operar em Iracema Sul, também na Bacia de Santos) entrando em operação até o fim de 2014, o aumento na produção seja de aproximadamente 135 mil bpd em 2014 na comparação com o ano passado.

Nesta semana, a Petrobras divulgou sua produção de julho, que atingiu recorde histórico, e também novo recorde de produção no pré-sal. A produção total de petróleo, incluída a parcela operada pela empresa para seus parceiros, no Brasil, chegou, em julho, a 2 milhões 152 mil bpd.

A produção do pré-sal também atingiu novo recorde mensal no mês, chegando a 480 mil bpd. No dia 13 de julho, a produção da camada pré-sal das bacias de Santos e Campos atingiu a marca de 546 mil bpd, configurando um novo recorde diário, ultrapassando em 5% o recorde anterior, de 520 mil bpd, de 24 de junho. Esses volumes também incluem a parte operada pela Petrobras para seus parceiros.

Fonte: Portal Brasil com informações da Petrobras.

Comentários